Seguidores

CARNAVAL

Nenhum espírito equilibrado em face do bom senso, que deve presidir a existência das criaturas, pode fazer a apologia da loucura generalizada que adormece as consciências nas festas carnavalescas.

É lamentável que na época atual, quando os conhecimentos novos felicitam a mentalidade humana, fornecendo-lhe a chave maravilhosa dos seus elevados destinos, descerrando-lhe as belezas e os objetivos sagrados da Vida, se verifiquem excessos dessa natureza entre as sociedades que se pavoneiam com o título de civilização.

Enquanto os trabalhos e as dores abençoadas, geralmente incompreendidos pelos homens, burilam-lhes o caráter e os sentimentos prodigalizando-lhes os benefícios inapreciáveis do progresso espiritual, a licenciosidade desses dias prejudiciais opera nas almas indecisas e necessitadas do amparo moral dos outros espíritos mais esclarecidos, a revivescência de animalidades que só os longos aprendizados fazem desaparecer.

Há nesses momentos de indisciplina sentimental Largo Acesso das Forças das Trevas nos corações e, às vezes uma existência não basta para realizar os reparos precisos, de uma hora de insânia e de esquecimento do dever.

É estranho que as administrações e elementos do governo colaborem para que se intensifiquem a longa série de lastimáveis desvios de espíritos fracos, cujo caráter ainda aguarda o toque miraculoso da dor para aprenderem as grandes verdades.

Enquanto há miseráveis que estendem as mãos súplices, cheios de necessidade e de fome, sobram as fartas contribuições para que os salões se enfeitem e se acentue o esquecimento de obrigações sagradas por parte de almas cuja evolução depende do cumprimento austero dos deveres sociais e divinos.

Ação altamente meritória seria a de empregar todas as verbas consumidas em semelhantes festejos, na assistência social aos necessitados de um pão e de um carinho.

Ao lado dos mascarados da pseudo-alegria, passam:

* Os leprosos, * Os cegos, * As crianças abandonadas, * As mães aflitas e sofredoras.

Por que protelar essa ação necessária das forças conjuntas dos que se preocupam com os problemas nobres da vida, a fim de que se transforme o supérfluo na migalha abençoada de pão e de carinho que será a esperança dos que choram e sofrem?

Que os nossos irmãos espíritas compreendam semelhantes objetivos de nossas despretensiosas opiniões, colaborando conosco dentro das suas possibilidades, para que possamos reconstituir e reedificar os costumes para o bem de todas as almas.

É incontestável que a sociedade pode, com o seu livre-arbítrio coletivo, exibir superfluidades e luxos nababescos, mas, enquanto houver um mendigo abandonado, junto de seu fastígio e de sua grandeza, ela só poderá fornecer com isso um eloqüente atestado de sua miséria moral.

Emmanuel / Mensagem psicografada por Francisco Cândido Xavier

11 comentários:

  1. Vindo atavés dessa maravilhosa dupla nada a contestar.

    sou sobra
    sou migalhas do carnaval
    enchi meu epírito de cargas
    destilei meu fluido animal

    zombei com zombeteiros
    ao som de cuicas e tamborins
    trago agora comigo outros afins

    amanhã pra que saber
    não é pra mim que vão dizer
    empolgado em cinzas e fumaças
    não me venham falar de desgraças

    pois já me vejo atirado ao horto
    acabei minha noite aqui em terra
    me olham patéticos dizem que estou morto.

    ResponderExcluir
  2. Adorei poeta!!!Obrigada pela presença de sempre.Bj no coração.

    ResponderExcluir
  3. Oi Zilda!! Há uma grande contrariedade entre o Carnaval e a realidade do nosso povo, existem pessoas que preferem viver de ilusão por quatro dias, digo ilusão em todos os sentidos.
    Amei o texto, bem reflexivo.
    Um abração e feliz retorno das férias, muito bom tê-la conosco.
    PS: Amei o selinho dos comentários...Vou surrupiar de você! rsrsrs
    Bjssss

    ResponderExcluir
  4. Alvaro Luiz Carvalho da Cunha11 de fevereiro de 2010 15:22

    Que bom encontrar aqui pensamentos coerentes e que entenderam o teor da mensagem sem bairrismos, revanchismos e/ou pensamentos ilógicos e dogmáticos.

    ResponderExcluir
  5. Oi, Zilda
    Muito boa a mensagem e a coerência como diz o Álvaro é presente em vcs dois!
    Um abraço e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  6. Obrigada pela visita e comentário Álvaro.Bj no coração.

    ResponderExcluir
  7. Valeu xará!Obrigada por suas palavras.Bj no coração.

    ResponderExcluir
  8. sueli schiavelli jabur jabur para mim



    mostrar detalhes 00:17 (16 horas atrás)
    LINDA MENSAGEM, PURA VERDADE, NÃO SOU FÃ DE CARNAVAL, NUNCA FUI, GOSTO DE VER OS DESFILES PELA TV, HOJE SÓ SE VÊ VIOLÊNCIA, NUDEZ, SÓ FALTA SEXO EXPLÍCITO, POSTEI UMA POESIA HOJE, PARA TODOS AMIGOS, ACREDITO QUE MUITOS PENSARÃO QUE SOU UMA CARNALESCA NATA, SOU APENAS UMA PESSOA BEM HUMORADA, RARAMENTE MAU HUMORADA, GOSTO DE RIR E FAZER OS QUE ME CERCAM RIREM, SOU FELIZ E QUERO QUE TODOS O SEJAM TAMBÉM, BJS

    ResponderExcluir
  9. Olá amiga,
    tem selinho para você no vitrinedeprata, passa lá e tenha uma loinda semana!
    Bjos

    ResponderExcluir
  10. Valeu Márcia.Obrigada pela visita e me aguarde pra pegar o selinho.Bjs

    ResponderExcluir

OBRIGADA POR SEU COMENTÁRIO,SE ACHAR QUE VALE A PENA COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS.
GRANDE BEIJO!!!

AZUL

AZUL

PERNAMBUCO

PERNAMBUCO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

QUER PERSONALIZAR SEU BLOG?CLIQUE NO SELO E FALE A MERI!!!!