Seguidores

BALADA PARA OUTRAS ISABELLAS!!!!!!

Por Lisieux…

Olá! Eu vim lhe contar um pouco da minha história... Peço atenção, seu 'dotô', um instante, não demora... Meu nome não é Isabella nem 'caí' de uma janela do quarto no sexto andar... (será que pensaram, os insanos, que ela sabia voar?)

Não moro num prédio equipado, não tenho motos, brinquedos, nem piscina pra nadar... Eu brinco, às vezes, nas poças de chuva, com gatos, latinhas, bolinhas de gude... isso quando não tenho que a mãe ajudar... Não sei dançar, e não brinco como menina educada, porque aprendi, desde cedo, lá no morro onde nasci, que não importa o sexo da criança: menino ou menina, a experiência, é viver o teatro da sobrevivência...

Não me chamo Isabella... nem fui morta (ainda) por meu pai ou madastra... mas morro um pouco,acada dia

Quando sou espancada

E morro também assim

engasgada, obrigada a me calar quando tenho mãos sobre mim... nem sempre a me sufocar, mas explorando,

de um jeito esquisito, que nem entendo direito, no meu corpo sem contornos...

Meu nome ,não é Isabella... Não tenho cabelos lisos, nem tenho olhinhos espertos... Ao contrário: meus olhos são opacos, talvez, por não querer enxergar minha dura realidade...

Também não faço teatros, lá no palco da escolinha ... isso não é para mim... Quando vou à escola, é somente pra comer a merenda que me dão... pois muitas vezes, em casa, não temos sequer o pão... O máximo que sei é correr: morro abaixo, morro acima, entre os carros dos sinais... para ganhar um trocado, ou para fugir dos adultos, que insistem em me machucar...

Eu não me chamo Isabella...

Eu não me chamo Isabella... mas, como ela,(ou até mais!) eu sofro... e diariamente... Tenho marcas de pancadas, queimaduras de cigarros, tenho ossos fraturados, boca sangrando, hematomas, que mãos e pés gigantescos me provocam sem motivo...

Não morri, como Isabella... Ainda não... mas irmãos, amiguinhos, conhecidos, eu sempre vejo morrer mas, como ela,(ou até mais!) eu sofro... e diariamente... Tenho marcas de pancadas, queimaduras de cigarros, tenho ossos fraturados, boca sangrando, hematomas, que mãos e pés gigantescos me provocam sem motivo...

...

Quem matou? Nunca se sabe... 'ele caiu', 'tropeçou' 'queimou-se por acidente' 'estrupada?', 'coitadinha'... 'não fui eu', diz o padrasto, 'nem eu', diz a mãe omissa... e eles não têm nem quem reze para eles, uma missa... Eu não me chamo Isabella... sou Maria, Rita, João... Sou Josefina, sou Mirtes, sou Paulo, Sebastião...

Sou tantas, tantas crianças, que todo dia a omissão de todos deixa morrer...

Engraçado é que ninguém, faz passeata por mim a imprensa não divulga, o 'figurão' não se importa, a classe média não grita, os ricaços dão de ombros...

Que hipocrisia é essa, de chorar por uma só? São tantas as Isabelas violentadas sem dó...

Mas que importam os escombros, a escória da sociedade?

Se não me chamo Isabella, não mereço piedade. Texto: Jornal do Commercio

PS: colaboração do leitor atento Ruy Ferreira

Imagens: Getty Images

Criação de slides: Natally C. da Silva

11 comentários:

  1. Zilda, a justiça não deve valer só para um caso, mas para toda a sociedade que também anseia por respeito, por dignidade, por sinceridade. Isabella não representa nossa sociedade...
    Justiça para todos os injustiçados e para todos que praticam a injustiça!!!!!!
    Bravo Zilda!!!
    Boa blogada amiga!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  2. Zilda,
    Fiquei muito triste ao ler o seu Post. Sei que há muitas crianças maltratadas no Brasil. Há muitas tragédias ocultas que muitos nem imaginam. No Rio me comovo com crianças pedindo esmolas, cheirando cola, assaltando, jogados na rua sem ninguém por eles. É muito triste, no nosso país, talvez por falta de controle da natalidade, uma política de orientação aos que precisam, as mulheres colocam crianças no mundo que não vão criar e sim deixar jogadas por aí. Não sou a favor do aborto, mas sim a favor de um planejamento familiar e orientação às mulheres para que não haja tantas crianças sofrendo.
    A respeito do caso da menina Isabella foi muito triste a analogia. Isabella morreu assassinada, sua mãe a amava e nunca mais poderá vê-la!
    Uma boa noite!

    ResponderExcluir
  3. Zilda Santiago, a justiça brasileira é pra ricos, pobres não tem vez, só sinto que a pequena Isabela que é vítima de uma pessoa que seria a mais indicada para protegê-la, esteja em evidência, espero que o povo aprenda a exigir justiça para todos, não só para casos específicos. A imprensa é culpada por esse pensamento revoltante, não evidencia casos de crianças pobres que todos os dias são vítimas de violência domésticas, pedófilos e por aí vai. Hoje em dia se vale pelo dinheiro que se tem, tristemente essa é a realidade.
    O caso Isabela merece justiça, merece e muito!Não nos resta a menor dúvida.
    Somos contra a discriminação e ao racismo que existe em nossa sociedade. Tristemente!!

    ResponderExcluir
  4. Lamento que tenha se entristecido com a realidade dos fatos,Zilda,mas não dá para modificar,são fatos;repetirei aqui o que deixei lá no buzz:

    Publiquei porque também acho importante que a sociedade cobre das autoridades justiça para todos.O texto não desvaloriza a movimentação feita em torno do caso Isabella,muito pelo contrário,pede que o mesmo seja feito pra os demais.Há uma semana mais ou menos uma garota de oito ou nove anos,foi encontrada há 100 metros de casa,violentada sexualmente,o animal introduziu em sua vagina,ânus e umbigo um pau,achando pouco,enforcou a garota...E este é apenas mais um.O suspeito é o padrasto;Oytra foi violentada e queimada depois de ser sequetrada;E só ouvimos falar destas anomalias no dia da notícia...Depois cai no esquecimento.Que a mídia e o povo possa clamar por justiça por todas estas Isabellas.Hoje noticiou-se o desaparecimento de uma garota de dez aninhos...Estará viva ainda?JUSTIÇA PARA TODAS!!!Que a condenação dos Nardonis,sirva como exemplo para uma varredura nos canalhas e covardes que estão matando nossas crianças.

    ResponderExcluir
  5. Valeu Dora,em meu comentário anterior para Zilda,citei apenas 3,dos inúmeros casos com crianças desconhecidas e esquecidas além de impunes seus carrascos.

    ResponderExcluir
  6. Oi Zila!!!
    Importantissimo o seu post!!!

    Quanta criança sofre
    Quanta criança mal amada
    Quanta criança suporta
    Quanta criança "engasgada"

    É no Brasil e não só
    A justiça anda "fechada"
    Tanta criança na rua
    Rota, triste quase nua
    Sociedade! Não faz nada!!!!

    Quantos pais pôem a pedir
    Sua filha ou seu filho,
    Despreocupados da canseira
    Para há noite com sarilho
    Se encharcar na bebedeira

    Criança serve p´ra tudo
    Sem se olhar a seus direitos
    Por isso há tantas no Mundo
    Num sofrimento profundo
    E ninguém olha seus "deleitos..."

    Deixa a criança sentir
    Deixa acriança pensar
    Deixa acriança sorrir
    Deixa acriança sonhar...



    Disse Jesus Cristo:"Deixai vir a mim as criancinhas..." Para sofrerem tanto???


    Disse Fernando Pessoa: " O melhor do Mundo são as crianças..."
    Para serem tão mal tratadas???
    Meu Deus como vai este Mundo...
    Peço desculpa! Mas este texto mexeu comigo...
    BEIJO Zilda e obrigada por publicar algo tão "melindroso," que são as queridas crianças.

    BJO
    ´Aurea

    ResponderExcluir
  7. Adorei seu comentário Áurea,vou compartilhar com os amigos no buzz.Beijos.

    ResponderExcluir
  8. Oh Zilda, tão triste isto, tão triste tais fatos que ficamos sem entender o motivo de um adulto s elançar contra um ser menor do que ele. Triste e sem entendimento é ver um pai que mata sua filha e ainda se faz de vítima. Vi te ler e também te desejar uma Feliz Páscoa. Abraços.

    ResponderExcluir
  9. Obrigada pela visita amiga!Feliz Páscoa pra você também.Bjsssssssssssssss

    ResponderExcluir
  10. O que posso desejar para você?

    Que as verdadeiras amizades continuem eternas
    e tenham sempre um lugar especial em nossos corações.
    Que as lágrimas sejam poucas, e logo superadas.
    Que as alegrias estejam sempre presentes
    e sejam festejadas por todos.
    Que o carinho esteja presente em um simples olá,
    ou em qualquer outra frase, ou digitada rapidamente.
    Que os corações estejam sempre abertos para novas amizades,
    novos amores, novas conquistas.
    Que Deus, esteja sempre com sua mão estendida,
    apontando o caminho correto.
    Que as coisas pequenas como a inveja ou o desamor,
    sejam retiradas de nossa vida.
    Que aquele que necessite ajuda encontre
    sempre em nós uma animadora palavra amiga.
    Que a verdade sempre esteja acima de tudo.
    Que o perdão e a compreensão superem as amarguras e as desavenças.
    Que este nosso pequeno mundo virtual seja cada vez mais humano.
    Que tudo o que sonhamos se transforme em realidade.
    Que o Amor pelo próximo seja nossa meta absoluta.
    Que nossa jornada de hoje esteja repleta de flores.

    Feliz Páscoa

    Um abraço do amigo Eduardo Poisl

    ResponderExcluir
  11. Muito obrigada Eduardo,estava mesmo precisando ler algo similar neste momento.Beijo no coração.

    ResponderExcluir

OBRIGADA POR SEU COMENTÁRIO,SE ACHAR QUE VALE A PENA COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS.
GRANDE BEIJO!!!

AZUL

AZUL

PERNAMBUCO

PERNAMBUCO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

QUER PERSONALIZAR SEU BLOG?CLIQUE NO SELO E FALE A MERI!!!!