Seguidores

A Coragem de olhar para dentro




a diferença que o mergulho interno faz na sua vida






Jael Coaracy

Se você tentou conseguir alguma coisa na vida que não deu certo - não importa o que tenha sido, nem quantas vezes tenha tentado - cuidado com os rótulos que utilizar ao se referir a essas experiências. O fato é que tudo o que fazemos na vida produz resultados, e se algo não saiu do jeito que você esperava, não há porque chamar o resultado obtido de fracasso.

A verdade é que não existem fracassos, apenas resultados.
Os grandes sucessos, em geral, resultam de erros transformados em lições. Os vencedores são os que perseveram e seguem em frente até conseguirem o que desejam, não importa quantas vezes seja necessário tentar.

Ao representar para você mesmo como uma derrota o que não funcionou antes, o que está fazendo é usar as palavras para se derrubar.

Palavras são chaves que produzem estados emocionais e precisam ser escolhidas com atenção.
Se parar para observar, perceberá que todas as experiências da sua vida trazem um aprendizado. Ao aprender a lição contida em cada delas você adquire as ferramentas que precisa para fazer diferente.

É preciso coragem para errar e aprender com os próprios erros.

Aprendendo com a experiência.

A dor e o sofrimento podem ser transformados em mestres que o impulsionarão a vencer desafios e a descobrir o seu caminho na vida. Para isso, é preciso ter a coragem de olhar para dentro e observar o que está presente dentro de você.

Ao descobrir a lição que se encontra em cada experiência, você adquire força para empreender o trabalho da autotransformação.

Enquanto alguém não aprende a lição que uma experiência traz, o universo continuará apresentando a mesma situação, de formas variadas, como oportunidades para que se faça o aprendizado necessário.

Por isso, tantas pessoas se vêem em situações semelhantes, que parecem reproduzir um sofrimento conhecido. A única forma de se libertar é através do aprendizado.

O poder está em você.

Embora você possa acreditar que a fonte da sua angústia, do sentimento de rejeição, ou da tristeza profunda, esteja na atitude do namorado, do seu chefe, da sua mãe, mulher, ou quem quer que seja a causa da dor que sente está dentro de você.

Por isso, quando a atitude de alguém faz sua energia diminuir e você se sente mal, é no seu interior que encontrará as chaves para compreender o que acontece de fato, e assim, evitar que volte a se repetir.

Para virar o jogo, é preciso reconhecer o que quer que esteja presente dentro de você.

Colocar-se no lugar da vítima e atribuir às outras pessoas a responsabilidade pelo modo como você se sente, ou pelos acontecimentos da sua vida, é continuar a promover o mesmo tipo de situação que se quer evitar.

Se desejar, honestamente, mudar o que não está funcionando, é preciso ter a coragem de olhar para dentro.
Todo mundo tem tudo aquilo que precisa para o trabalho que se dispõe a fazer. Mas a única forma de acessar essas ferramentas é através do mergulho interior.


Faça diferente.

Você pode deixar seu veleiro ao sabor dos ventos e das ondas. Mas não se surpreenda nem se queixe se o barco virar.

Pode também se tornar mestre na arte de manejar as velas e de conduzir o barco diante das tempestades, tornando-se exímio marinheiro. E assim, desenvolver a habilidade de driblar as mudanças de vento para chegar ao porto com segurança, desfrutando da viagem.

O importante é ouvir seu coração e experimentar.

Movimente-se de uma nova maneira através da vida. Sem medo de errar. Como uma criança que aprende a andar e cai, e não tem outra alternativa a não ser tentar novamente, até dominar a capacidade de andar.

Desafie a sua zona de conforto e implemente novas ações diante de velhos impasses. Se tiver que errar, erre com o coração, sabendo que os erros nada mais são do que feedback mostrando que ainda não foi desta vez que chegou lá.

Thomas Edson, ao tentar milhares de vezes, até chegar à invenção da lâmpada elétrica, dizia que cada tentativa mal sucedida o aproximava mais da vitória. Ele descobria novas formas de não inventar a lâmpada elétrica até chegar ao que procurava.

Aquilo que acontece na vida não é bom nem ruim. Vai depender da forma como você utilizar o que acontecer. Você tem a opção de transformar a dor em força, sabedoria, humildade, determinação, utilizando tudo para a sua felicidade. Comece olhando para dentro. Coragem.






Exemplo
Ter a coragem de olhar para dentro é...

7 comentários:

  1. Nossa mente tem que se desligar do que acontece de ruim, quanto mais nós resistimos ao impossível, mais nos oprimimos.
    Um abraço e meu carinho!

    ResponderExcluir
  2. Enfrentar os proprios medos e limitações!Isso é renovar-se,tentar mudar,viver!Lindo texto!Bjs,

    ResponderExcluir
  3. Recanto dos Autores obrigada pela presença!

    ResponderExcluir
  4. Desistir jamais, amiga! Enfrentar os medos e ter iniciativa sempre!
    Beijos, muitos!

    ResponderExcluir
  5. Bom-dia, caríssima Zilda Santiago.

    Olhe, uma das melhores mensagem que já recebi, viu!
    Excelente! Sucinta e muito reflexiva.
    Parabéns.
    Um grande abraço.

    Lucas Durand


    www.recantodasletras.uol.com.br

    POR UM BEIJO, APENAS. Faroeste. Allan Foster.
    http://www.protexto.com.br

    http://www.protexto.com.br
    Romance: MAR DE PAIXÕES. Anne Liere.

    Brevemente pelo www.virtualbookstore.com.br
    Faroeste: O RETORNO DE HUSTIN, J.G.Hunter.

    ResponderExcluir

OBRIGADA POR SEU COMENTÁRIO,SE ACHAR QUE VALE A PENA COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS.
GRANDE BEIJO!!!

AZUL

AZUL

PERNAMBUCO

PERNAMBUCO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

QUER PERSONALIZAR SEU BLOG?CLIQUE NO SELO E FALE A MERI!!!!