Seguidores

AMÉLIA DE HOJE

Letícia Thompson

Amélia que era mulher de verdade. Eu sou apenas uma mulher. E gostaria de reinvindicar o direito de sê-lo.

Sou vaidosa. Uso baton pra dar cor à minha vida. Maquiagem para parecer mais bonita.

Não faço tudo com perfeição; alguns fios de cabelo branco, apesar de todas as tentativas para evitá-los, aparecem. Uso cremes pra retardar o envelhecimento e se à noite tenho dores de cabeça é porque me sinto cansada.

Nem sempre estou disponível e pronta e cometo erros. Me engano, como qualquer outro ser humano normal. Gosto de roupas, sapatos, jóias, perfumes e flores. Um minuto de atenção me faz ganhar todo o dia.

Sou sensível, fraca, frágil. Sou forte quando preciso. Minha única busca: o amor e tudo o que dele resulta: crianças, trabalho, dia-a-dia e felicidade. Mas vou além: quero segurança, andar de mãos dadas, ser pega no colo e ser chamada de rainha.

Minhas lágrimas me traem quando menos espero. E desespero. Detesto a solidão, a falta de atenção. Sou impaciente e não gosto de esperar.

Não quero ser objeto e nem ter dono. Sou capaz, por mim mesma, amando, de me entregar de todo e ser fiel. Sem amarras, simplesmente por amor.

Posso ferir, como todas as rosas. Mas perfumo também, dou encanto. Ilumino o amor como só as mulheres sabem fazer. Compenso, se assim posso dizer.

Há sempre um preço para a felicidade e tocar nela é aceitar pagar esse preço.

Sou uma Amélia dos tempos modernos. Mais independente, sabendo o que quer. E o que quero é ser eu mesma.

Letícia Thompson

Imagem:Arte surrealista de Vladimir Kush

8 comentários:

  1. Olá.Antes de tudo agradeço a visita e as palavras de carinho e peço que volte sempre,é um prazer. Que bom ter contato com alguém que trabalha com livros,educação e parece gostar do que faz. Gostei muito do texto da Amélia moderna. Digo sempre, a mulher tem sim que buscar seus direitos, mas que não queira ser igual ao homem. Humanamente falando, o homem é feio, a mulher é linda. A mulher não precisa deixar de ser feminina para lutar por direitos. Eu ainda prefiro conquistar a mulher da forma mais antiga, rodeando, ganhando um fora, insistindo. legal seu blog, virei aqui mais vezes.Ah, estive em sua cidade tem uns 3 meses,mas passei rapidinho.Gostei.Beijos

    ResponderExcluir
  2. Zilda, Ser mulher é ser vitoriosa, guerreira, idealista, corajosa e persistente.
    O que seria dos homens se não fossem as mulheres?
    Abraços amiga!!!
    Bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  3. Ah! essas rainhas modernas
    sem eles seria uma guerra
    pois elas criam descriam agitam
    e de amor nos deixam famintos

    pois que são nossos
    lindos portos seguros
    nossas luzes no escuro
    serão sempre mulheres
    com os nomes que tiverdes

    ResponderExcluir
  4. Adorei sua visita Carlos,seu comentário e sua passadinha por minha cidade.Beijo no coração.

    ResponderExcluir
  5. Muito bom poeta!!!!!!!!!!!!!!!!Obrigada.

    ResponderExcluir
  6. ariano Pereira de Sousa para mim
    mostrar detalhes 18:09 (3 horas atrás)


    MARIANO(POR EMAIL)

    Zilda!
    Apesar de dos tempos atuais e a sua loucura, ainda ha pessoas capazes de amar.
    Beloíssimo texto!
    Beijão Zilda!

    ResponderExcluir

OBRIGADA POR SEU COMENTÁRIO,SE ACHAR QUE VALE A PENA COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS.
GRANDE BEIJO!!!

AZUL

AZUL

PERNAMBUCO

PERNAMBUCO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

QUER PERSONALIZAR SEU BLOG?CLIQUE NO SELO E FALE A MERI!!!!