Seguidores

A SAGA DA INDECISÃO

A saga da indecisão ZILMMA SANTIAGO

O sapato salto agulha, 15cm, olhava prá mim, me chamava, louco para passear, doido prá sair da caixa e por cima para um evento espírita. Como eu, queria também se exibir, para aqueles espíritas "humildes", "simpleszinhos" que adoram dizer que não têm apego nenhum a coisas materiais e muito menos vaidosos. Eu e meu sapato doidos para se mostrar. Aqui acolá pensávamos, será que não seria melhor uma galocha? que nada, "vamosimbora", se tiver que nadar, nadaremos em cima do salto. Um olho na canjica para comer com café e queijo branco, e outro na fresta da janela de olho na cor das nuvens. Meu Deus, que fazer...vou, não vou, vou, não vou... Vamos orar. Eu e o sapato, oramos e evocamos São Jorge, que é um santo guerreiro, prá me ajudar a nadar se preciso fosse, Santa Terezinha do Menino Jesus, para ajudar a manter a calma e a harmonia e claro o salmo 23, poderosíssimo. E o sapato olhando...pidão, doido prá passear. Calma, vamos comer primeiro. No auge das conjecturas alguém chama. A ansiosa (quem ?) também esperando um pedreiro, responde: - estou me preparando para sair. Diz o portador :- é urgente, encomenda de D. Zilda. Meu Deus !!! acordei dos devaneios junto com o sapato e desci as escadas num só fôlego... nem entendi direito os detalhes do recado...mas recebi a encomenda providencial. Na agonia de abrir a encomenda (o DVD) e de assistir lembrei-me de olhar pro céu...as nuvens já estavam cinzentas...começou a chuviscar...peguei o jornal e entrei. "João da Costa decreta estado de alerta no Recife, em geral", pronto fui lê tudo; na Agamenon Magalhães muitas árvores caíram congestionando o trânsito; quatro mortes após as chuvas. Bastou. Agora decido. Não vou sair de casa, avisei ao sapato ...você vai voltar prá caixa até o próximo verão. Quase que ele chora. Melhor vou assisti, reassistir comodamente em casa. Não sem antes agradecer ao meu anjo guardião (eu também tenho por incrível que pareça) e claro com uma velinha em forma de estrela, branquinha e bem acesa (sou, ainda, praticamente filha de maria, na hora do aperto....)". zilmma (minha irmã)

Imagens:Arte surrealista de Vladimir Kuhs

8 comentários:

  1. Amigos são poemas…
    Os verdadeiros amigos são a poesia da vida.
    Eles enchem nossos dias de cores, rimas e risos,
    nos seguram a mão quando caminhar parece difícil.
    Mostram que mesmo em dias nublados o sol está no mesmo lugar,
    e nos ensinam que a chuva pode ser uma canção de ninar
    nas noites solitárias e vazias.

    Um abraço em mais este final de semana, que tudo lhe
    Seja bom...

    ResponderExcluir
  2. Olá Zilda
    Que produção hem! Poética, fábula dos eus que nos habitam e determinam os movimentos.
    Me diverti, me senti sapato e sua dona.
    Beijos, bom domingo.

    ResponderExcluir
  3. Gostei da aventura...Bem divertida!
    Uma boa semana!

    ResponderExcluir
  4. Cara amiga Zilda você é devota dos Deuses todos e do bom senso. Boa essa história.

    ResponderExcluir
  5. E a minha irmã Zilmma,idem!!!!!!!!!!!Beijão Antonio.

    ResponderExcluir

OBRIGADA POR SEU COMENTÁRIO,SE ACHAR QUE VALE A PENA COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS.
GRANDE BEIJO!!!

AZUL

AZUL

PERNAMBUCO

PERNAMBUCO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

QUER PERSONALIZAR SEU BLOG?CLIQUE NO SELO E FALE A MERI!!!!