Seguidores

VITILIGO...

Vitiligo..manchas brancas acrômicas

O vitiligo é uma doença de pele causadora de manchas brancas acrômicas, tipo leite, em qualquer parte do corpo, podendo comprometer, inclusive, os pêlos. Essa doença ocorre muito em jovens e crianças acometendo, praticamente, 2% da população mundial.

Embora, na maioria dos casos, o vitiligo, não apresente nenhum aspecto de perigo a pessoa acometida, nem seja contagioso, é um tipo de doença de pele que causa um grande impacto na auto-estima das pessoas devido à sua característica inestética. Os pacientes com vitiligo têm a parte psicológica bastante crítica, porquê não há quem suporte as mudanças de cor em sua pele.

Recentemente, descobriu-se que há alterações imunológicas no vitiligo e que esse fato tem interferência direta com o aparecimento das manchas. Contudo, ainda não se sabe exatamente as causas dessa doença. Há algumas teorias para explicá-las e a mais importante é a que o vitiligo é uma doença auto-imune, ou seja, um mal onde o próprio organismo produz auto-anticorpos contra estruturas dele próprio. Isso ocorre em relação a célula que produz o pigmento denominado melanócito.

Já foram detectados auto-anticorpos contra o melanócito em indivíduos com vitiligo, especialmente naqueles em que a doença esteja em atividade.

Na realidade, existem várias informações para explicar o aparecimento do vitiligo, mas a principal informação ainda é desconhecida. É como se tivéssemos um quebra-cabeça e faltassem algumas peças que fariam a ligação de tudo.

Tratamento: o quanto antes, melhor

Um dos aspectos relacionados a esse assunto é que a pessoa que apresentar esse tipo de alteração de pele tem que procurar ajuda médica logo no início, para começar o tratamento o quanto antes, evitando que as manchas fiquem resistentes. Em se tratando de vitiligo a dificuldade é proporcional ao tempo, ou seja, quanto mais tempo o paciente demorar para procurar ajuda médica, mais tempo o problema vai persistir.

Outro ponto relevante e que deve ser ressaltado é que existem dois tipos de vitiligo: o segmentar e o vulgar. O vitiligo segmentar é a forma mais simples desse tipo de alteração de pele e caracteriza-se pelo aparecimento repentino de uma mancha que cresce num determinado período e depois estaciona. Outra característica desse tipo de vitiligo é que ele aparece de um lado só do corpo e costuma também acompanhar o trajeto de um nervo. Nesse caso ele não responde muito bem ao tratamento convencional, sendo mais indicado o procedimento cirúrgico que consiste em trazer uma célula normal para o local onde se encontra o vitiligo.

Já o vitiligo vulgar tem como principal característica o fato de aparecer em surtos. Ele aparece, surgem algumas manchas e, depois, o processo pára. Passado algum tempo surge de novo e vai aumentando cada vez mais. Quando o vitiligo está aumentando muito o mais importante é fazer o processo parar e, para isso, pode-se fazer uso de corticóides.

Ainda com relação ao tipo de tratamento indicado para o vitiligo vale explicar que não existe um tratamento definido e cada caso será analisado individualmente.

Outro aspecto que deve ser mencionado, no que se refere ao tratamento, está relacionado à estimulação dos locais que estão brancos para que eles voltem a produzir pigmentos. Isso poderá ser feito de várias maneiras sendo que a mais comum é utilizar um grupo de medicamentos chamados psolarênicos + luz ultra-violeta A. Esse procedimento estimula os melanócitos e por isso, quanto menor a mancha mais favorável será o resultado.

Vale destacar que qualquer tipo de tratamento aqui citado deve ser prescrito e acompanhado pelo médico. Existem ainda os tratamentos à base de aminoácidos fenilanina que também são combinados com a aplicação de luz e aqueles que estão em fase de desenvolvimento, com cremes antioxidantes que podem pigmentar a pele.

Há ainda os procedimentos cirúrgicos, cada vez mais em evidência, e que podem ser feitos de diferentes maneiras, mas basicamente consistem em trazer uma célula boa para o local em que não existe mais pigmento.

Diferentes procedimentos terapêuticos à parte, vale ainda destacar que os tratamentos para vitiligo só apresentam melhoras significativas a médio e longo prazo, sendo o período mínimo de um ano um tempo razoável para que a pessoa comece a sentir a diferença e a pele volte a apresentar pigmentação sem as inconvenientes manchas brancas.

Dra. Denise Steiner

6 comentários:

  1. Minha amiga Zilda o Michael Jackson tinha essa doença e com certeza foi deveras afetado emocionalmente.

    ResponderExcluir
  2. Obrigada pela presença Antonio.Bjs. no core!

    ResponderExcluir
  3. Apesar de ser considerada uma das doença do século praticamente não há co-participação do estado no seu tratamento as terapias como por exemplo o PUVA (Psolareno + UVA) é carrisimo....

    ResponderExcluir
  4. olá! tenho uma irmã que sofre de vitiligo, e a doença dela é Sindrome de Addison,apareceu tudo na mesma altura.

    ResponderExcluir
  5. O programa Ser Saudável – Psoríase e Vitiligo foi exibido na TV Brasil em 27/10/2012 e já está disponível no site

    http://tvbrasil.ebc.com.br/sersaudavel/videos


    Outras fotos e comentários podem ser vistos através do facebook do programa

    http://www.facebook.com/sersaudaveltv

    E no youtube

    http://youtu.be/nc9EeaUMtYo

    ResponderExcluir

OBRIGADA POR SEU COMENTÁRIO,SE ACHAR QUE VALE A PENA COMPARTILHE EM SUAS REDES SOCIAIS.
GRANDE BEIJO!!!

AZUL

AZUL

PERNAMBUCO

PERNAMBUCO
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

QUER PERSONALIZAR SEU BLOG?CLIQUE NO SELO E FALE A MERI!!!!